Pandemia : o impacto na saúde mental dos trabalhadores e reflexos para as empresas

Covid19, infodemia e responsabilidade das empresas

Nos últimos tempos, com a crise sanitária decorrente da Covid19, notamos que a infodemia (excesso de informações) influiu negativamente na saúde mental das pessoas.

A enxurrada de informações, ás vezes desencontradas , que circulam diariamente causam  sensação de aflição e pânico gerando crises de ansiedade abalando o emocional das pessoas e causando transtornos mentais como depressão e síndrome do pânico.

A saúde mental é hoje uma questão alarmante no Brasil. Os transtornos mentais já são uma das principais causas de perícias médicas junto ao INSS. As estatísticas são impressionantes e há um considerável aumento de casos de estresse relacionado ao trabalho.

A ansiedade e o estresse são considerados  grandes causadores do surgimento de doenças psicológicas,  crescente no meio empresarial diante da falta de observação  das empresas e programas de prevenção.

Uma empresa que pretende o atingimento de suas metas e objetivos deve se preocupar com a saúde mental dos trabalhadores e proporcionar um ambiente saudável para o desempenho do trabalhador. A qualidade de vida  inclusive no ambiente de trabalho é um fator determinante. Importante a troca de informações, a solução de problemas em conjunto, divisão e compartilhamento de tarefas e valorização do aspecto coletivo.

Ademais,  a organização da empresa é fator que faz grande diferença na saúde do trabalhador além da relação interpessoal de qualidade e clareza na comunicação.

Flagrante que o contexto social atual, principalmente considerando o cenário de pandemia, influi na vida profissional das pessoas. O impacto da saúde mental  do trabalhador nos custos empresariais acaba se tornando alto gerando mais afastamentos por motivo de saúde além de queda na produtividade.

Importante por parte das empresas observarem este novo cenário e se prepararem para prevenção destes problemas de saúde , agravados pela pandemia.

Por Andreza Bizzi, advogada da Saito Associados.

Leave A Comment